Descubra e identifique situações de desvio de comportamento canino

Os principais problemas do comportamento canino são facilmente identificados. Entretanto, alguns levam seus donos ao desespero e à procura de profissionais especializados, utilizando-se até de métodos e tratamentos da medicina alternativa para solucioná-los. Quer saber quais são eles? Problemas alimentares, comportamento compulsivo e ansiedade de separação.

O que é desvio de comportamento canino?

Se o seu animal tem apresentado distúrbios alimentares como não comer a ração, comer rápido de mais, não comer ou até mesmo se alimentar de suas próprias fezes, fique atento! Ele pode estar com uma deficiência metabólica ou até mesmo desenvolvendo vícios comportamentais como a coprofagia (se alimentar das próprias fezes), para não ser punido, por exemplo, por fazer fezes em um local inapropriado.

Outra situação de desvio de comportamento canino são as ações repetidas e compulsivas como: girar em parafuso, a fixação por pontos de luz, tremores, perseguição de cauda e ataques a objetos. Esses tipos de comportamento canino levam o animal a um nível alto de estresse e podem ter como causa lesões físicas e psicológicas.

Comportamento Canino

A ansiedade de separação é um tipo de comportamento de cães que também merece atenção. Significa dizer que o cachorro não sabe lidar bem com a saída de seu dono ou cuidador além de cultivar uma fixação por seu dono.

Eles ficam muito estressados, choram, uivam, latem muito e se sentem realmente abandonados quando o dono sai, viaja ou até mesmo quando tranca a porta do quarto ou banheiro.

Como descobrir se seu cachorro se encaixa neste perfil? Se ele te “namora“ por longos períodos ou faz qualquer loucura para ir atrás de você, cuidado! Este pode ser um sintoma.

Bater, levantar a mão, assustar com gritos e barulhos são formas de violência. Este tipo de ação faz que o comportamento dos cachorros se torne agressivo. O animal se sentirá ameaçado e consequentemente, desenvolver fobias e medos diversos.

Lembre-se que o adestramento inteligente pode ajudar muito na convivência e adaptação do animal ao ambiente, porém adestrar significa ensinar o que ele tem que fazer e, não simplesmente dizer o que ele não pode fazer sendo punitivo e muito rigoroso com o animal.

Exercícios físicos, interação com outros animais, atenção e carinho, harmonia no ambiente e uma rotina saudável são os ingredientes perfeitos para uma boa prevenção. Somado à estes ingredientes, tenha paciência, boa vontade e procure ajuda profissional caso algum tipo de desvio de comportamento canino apresentados acima seja notado. Cuide bem do seu melhor amigo!